Você está gostando do
novo mangá Boruto ?


Gostei Muito !
Precisa Melhorar
Muito Fraco
Atenção ! Boruto Episódio 17 - Corra, Sarada!! será lançado dia 26/07/2017 aqui entre 06:30 e 07:30 da manhã !
pecasauto24.pt
Kakashi Hiden - Capitulo 7
Postado Por: Gaara
Data: 2015-03-13 19:33:55

A novela "Naruto - Kakashi Hiden: Hyoten no Ikazuchi" lançada em 04 de fevereiro, junto com volume 72 da série regular, traz Hatake Kakashi como Sexto Hokage e o personagem principal da história. A novela é escrita por Akira Higashiyama (roteirista do filme Naruto Shippuden: Blood Prison).



Para ver outras partes do livro acesse aqui.

----------------------------------------------------------------------------

Capitulo 7 - Relampâgo Congelado

Páginas 101

A primeira página é capa.

Páginas 102 e 103

"Hyouton: Jisarenhyou! (Liberação de Gelo: Correntes de Gelo)."

Kahyo finaliza a sequencia de selos, e bate com a palma no chão.

Cristais de gelo são formados ao redor de Kakashi, como uma serpente. De repente, os cristais tornam-se grandes pingentes de gelo, expondo suas presas.

Sem demora, Kakashi responde o ataque inimigo.

"Shiden! (Relâmpago Roxo)"

Ele bateu no chão com sua mão. A corrente elétrica roxa percorre o chão, uma grande quantidade de saquê derramado sobre ele. Estalando e crepitando, com um som de "bachibachi", o ataque de Kakashi agredi as presas de gelo.

Booom!

O gelo e o relâmpago violentamente colidem, o navio sacoleja, induzido por uma enorme explosão.

Os passageiros gritam.

O piano de cauda é arremessado com a explosão em direção a uma criança, incapaz de fugir de sua trajetória. Gai, rapidamente resgata o menino, segurando-o em seus braços, utilizando ao máximo o Poder da Juventude. O piano choca-se na parede, fazendo o lustre tremer. Gai devolve o menino soluçando para sua mãe, em seguida, ele vira para Rahyo, o inimigo corre em direção a Gai. Soco após soco, chute após chute... nos próximos cinco minutos a intensidade da batalha aumenta. Eles colidem seus punhos dez, vinte, trinta vezes. 

Enquanto isso, Kakashi mantém os olhos no inimigo. Ele pergunta se Kahyo é o guarda-costa pessoal de Garyo, de dois meses atrás. Kahyo muda de assunto, dizendo que eles não devem pensar nisso como uma vitória para Konoha. Calmamente Kahyo fala que sua mensagem chegará a outras pessoas. Alguém fará o próximo movimento. Nesse sentido, a vontade de seu grupo será herdado por outros, especialmente por aqueles com vontade de sacrificar sua vida por seus ideais.

Páginas 104 e 105

Kakashi responde:
 

"Garyo é apenas mais um idealista. O fardo de ser um idealista, é que para o bem dos seus ideais, as vezes é preciso que o mundo queime por nada."

"O mundo é assim mesmo..."

"E para o bem, deveria ser destruído? Disse Kakashi"

[...]

"Isso é o que você quis dizer, certo?" Kakashi, com os olhos semi-abertos, fixa o olhar no inimigo. "Uchiha Madara também era assim. Um homem que era meu melhor amigo também. Eles pensavam dessa maneira. Para ser honesto, acho eles pensavam assim por amarem demais esse mundo."

Sob a máscara, Kakashi percebe que os olhos de Kahyo reagiram à sua declaração. Kakashi continua e diz que ouviu de Naruto o seguinte: por causa da guerra uma criança foi morta no País das Ondas¹. Ele diz, que nesse caso, é natural e compreensível sentir-se assim sobre o mundo.
 

"Mais cedo ou mais tarde, quando começamos a trilhar o caminho do shinobi, seremos confrontados com a morte de alguém que amamos."

"Hakuhyo... Meu filho não perdeu a vida por causa da guerra!"

[...]

"Hakuhyo... Hakuhyo... Foi morto por caras do País das Ondas!"

"Então, por causa disso, você jurou vingança com o País das Ondas...?"

"No que diz respeito a forma de morrer, é algo escolhido pelo próprio shinobi." Kahyo gritou.

"Quando alguém se torna um shinobi, deve estar preparado para morrer como tal... Eu e meu irmão mais velho, não queríamos que Hakuryo vivesse dessa maneira. Por isso tornamos nukenin, e nos escondemos no País das Ondas. Só queríamos viver em paz, sem conflitos, sem ferir ninguém..."

"Você está errado."

[...!?]

"Enquanto vivemos, o que podemos fazer para nos ajudar, se não continuar nossa batalha." Disse Kakashi. "Acho que não tem nada ver com ser ou não ser um shinobi, ou ser ou não ser uma pessoa comum. Mesmo que empunha uma kunai, ou um maço de dinheiro, isso não faz diferença. Porque a batalha de sobrevivência, em qualquer situação, é uma batalha onde arrisca-se a própria vida."

"Uwaaaaah!" Kahyo levanta a voz, em seguida, responde. "Quanto a você, o que você entende!?"

[...!]

Kakashi calmamente desvia dos ataques desferidos pelo inimigo. O punho atravessa o inimigo e corta o ar. Ele foi bloqueado. Um pontapé quase atinge Kakashi.

"Quanto à morte de um companheiro, e a morte de uma criança, sua carne e seu sangue são completamente diferentes!"

Nota¹ - não confunda com a garoto filho de Garyo, morto por uma picada de vespa, citado no prólogo da novela.

Páginas 106 e 107

Kakashi inclina-se, ele bloqueia um chute giratório de Kahyo. Kakashi prossegue:
 

"A tristeza de perder um companheiro, eventualmente, é amenizada pelo tempo!" Com a mão da palma e uma batida de cotovelo ele ganha impulso.

"Quando a isso, você não pode compreender os sentimentos de um pai cujo o filho lhe foi tirado!"

Kakashi agarra com firmeza o punho de Kahyo.

"Se esse é o caso, por que você está tentando tirar o vida de filhos de outras pessoas?"

[!?]

A criança que Gai havia resgatado tempo atrás, estava olhando para a sua direção com olhos assustados.

"As pessoas que vocês executaram, eles eram filhos de alguém, você sabia?" Disse Kakashi. "Sua tristeza, mesmo que o mundo seja destruído, não irá acabar."

Kahyo grita novamente, cortando as palavras de Kakashi. Ele, com as palmas da mão, atinge o chão.
 

"Hyouton: Jisarenhyou! (Liberação de Gelo: Correntes de Gelo)."

Kahyo cria um enorme pingente de gelo, diferente de outros que tinha criado até então. O pingente rodeia Kahyo, como se congelasse todas as suas emoções reprimidas: o ataque floresce do gelo como uma flor. Para escapar das garras de gelo, Kakashi recua com um mortal para trás. Não só ele, Gai, Rahyo, e os passageiros devem escapar do ataque se quiserem sobreviver. As pétalas de gelo gradualmente espalham-se, rompem o teto, erguendo o assoalho, penetrando no casco do navio.

Rahyo grita para Kahyo parar o ataque. Afinal, eles estão voando sobre o mar. Porém Kahyo não escuta. Ele reúne mais chakra, aumentando vigorosamente sua flor de gelo.

Boom!

Rahyo salta sobre o gelo, e forçadamente golpeá Kahyo no abdômen, que desaba nos braços de seu irmão mais velho.

Boom!

...Mas é tarde demais.

Páginas 108 e 109

O jutsu é cancelado no momento em que Kahyo perde a consciência. A flor de gelo desaparece na névoa, um buraco gigantesco é criado no casco do navio. Uma diferença brusca de pressão no ar é sentida a bordo. Em uma atmosfera de 5.000 metros acima do solo, o ar flui da alta para a baixa pressão. Há um estrondo. No mesmo instante, o ar dentro da sala de estar e jantar é aspirado para fora.

Um por um, os passageiros são sugados para fora pelo buraco no casco.

Pratos, garfos, facas e colheres são espalhados. Lascas de madeira, estilhaços de garrafas de saquê, e de muitos artigos de mobiliário trazido a bordo são esparramados pela sala. O lustre permanece pendurado por alguns poucos fios.

O vento está apagando os gritos dos passageiros.

Rahyo segura seu irmão, com outra mão ele agarra-se em um pilar. Gai grita, flutuando pelo ar, Kakashi chama sua atenção, e estende um braço. Ele consegue pegar Gai, mas com o dedo indicador quebrado, ele é incapaz de superar a corrente de ar (Ele diz: "Merda!"). De alguma forma, ele é capaz de agarrar um cabo de alta tensão, que saia pelo buraco na parede. Ambos estão pendurados na parte exterior do navio.
 

Semelhante a uma bandeira rasgada, os corpos de Kakashi e Gai tremulam ao vento. Sendo violentamente empurrados para direita e esquerda. Ocasionalmente batendo no casco do navio.

"Kakashi, solte a minha mão!" Disse Gai. "Você vai cair também!"

"Ah... Não seja precipitado, Gai..."

"Não, solte! Vou ficar bem! A uma altura dessa, com o Poder da Juventude, vou ficar bem!"

"Iss-Isso não faz sentido... pare de falar coisas sem sentido."

Não importa quanto esforço se coloque no aperto de mão, os dedos escorregam pela linha de alimentação. Não havia nada que Kakashi pudesse fazer.

Páginas 110 e 111

"Kakashi-sensei? Você pode me ouvir, Kakashi-sensei?"

Ino conecta-se com Kakashi. A visão dos passageiros caindo passa pela borda dos olhos de Kakashi. Ino fala que as pessoas atacadas na cerimônia de comemoração estão sob seus cuidados.

Algo semelhante a uma folha surge. Como uma pétala branca.

Ino pergunta novamente se Kakashi pode ouvi-lo. Tsunade-sama informou aos cidadãos do País das Ondas sobre o ataque, alguns instantes atrás. Uma outra explosão ocorre, tirando a atenção de Kakashi. Uma máscara passa por ele. Ele percebe que é a máscara de Kahyo. Dentro do navio, ainda na sala de estar e jantar Kakashi vê Rahyo, segurando seu irmão Kahyo nos braços, completamente mole.

Ele pode ver um cabelo crespo sendo levado pelo vento.

Ino continua a fazer perguntas. Se existem 12 integrantes da Aliança Armamentista Ryuuha abordo do navio. Sendo onze deles homens e uma mulher... Ino pergunta se Kakashi pode confirmar os números.
 

[!?]

Em um instante, tudo desapareceu.

Sons, vento, até mesmo o tempo.

Sua mão escorregou da linha de alta tensão, Kakashi caiu, junto com Gai. A última coisa que passou pelos seus olhos foi...

"... Há uma mulher."

Era uma mulher com um longo vestido azul.

 FIM DO CAPÍTULO SETE



PortalNaruto.net / PortalNaruto.Org / PortalBoruto.Com / Narutonline.tk / Naruto-Shippuden-Boruto.tk / 2009/2017 - Todos os direitos reservados
Boruto todos os Episodios Legendados em Portugues para assistir online! Assistir o anime Naruto Shippuden online com episodios em HD