Voc est gostando do
novo mang Boruto ?



Gostei Muito !
Precisa Melhorar
Muito Fraco
Fique Atento! Naruto Shippuuden Episdio 485 "Sasuke Shinden Raiko-hen: Coliseu" ser lanado dia 08/12/2016 !
Server AL - Servidores Premium
Sakura Hiden - Captulo Quatro: Seo 4
Postado Por: Gaara
Data: 2016-07-19 02:04:38

A novela "Naruto - Sakura Hiden: Shiren, Haru Kaze ni Nosete" (Naruto - Sakura Hiden: Pensamentos de Amor e Saudade, Passeando na Brisa da Primavera), autoria de Tomohito Osaki, foi lançada em 03 de abril de 2015 no Japão. O livro contém 224 páginas..



Para ver outras partes do livro acesse aqui.


------------------------------------------------------------------------------

Captulo Quatro: Seo Quatro

Pginas 108 e 109
 

Eu irei provar que o Sasuke que eles viram era um impostor?

Desde que ela tinha dito isso no escritrio do Hokage, ela ordenou seus pensamentos quando voltou para casa. Mas nenhuma ideia veio a sua mente.

'Como eu posso provar que era um impostor? Afora isso, por que Sasuke-kun no retorna a vila?' Esssas eram as nicas coisas que Sakura estava pensando.

?Volte em breve, Sasuke-kun.

?Ele iria dizer algo como 'O meu verdadeiro eu no faria tais coisas'... Eu me sinto inquieta e vulnervel. porque eu no consigo organizar meus pensamentos. Eu quero encontrar o Sasuke-kun... Isso tudo que eu posso recitar (de novo e de novo), como se fosse uma orao Budista.

?No adianta... Se for assim...

Sakura saiu de casa.

Ela pensou que seria melhor se ela movimentasse um pouco seu corpo, para que ele pudesse refrescar seu humor.

Ela comeou a andar sem definir um destino, ento notou que estava chegando mais perto da Academia.

Talvez tenha sido uma deciso consciente querer se mover para mais longe dos barulhentos rudos da movimentada rua.

Uma vez que era incio da tarde na escola, ela podia ouvir as vozes das crianas.

Ela pensou em observ-los um pouco atravs da cerca.

Voltando ao ptio da escola, ela viu crianas que beiravam cerca de dez anos de idade. Elas estavam treinando em pares. Ela viu o sensei que estava fazendo o treinamento. 'Ah...', ela pensou. ' o Naruto'.

"Ei, preste ateno! No apenas sobre o nmero de movimentos! Controle seus corpos e pense sobre os prximos ataques corretamente 'dattebayo!"

Depois da Grande Guerra, ela tinha ouvido falar que Naruto foi muitas vezes um instrutor especial da Academia. Enquanto ela observava, parecia que ele estava indo consideravelmente bem.

"Ei! Quando a luta terminar, faa o Selo da Reconciliao corretamente! Antes de voc, houve fortes e fracos (estudantes que concluram a formao de luta deste jeito), porque uma regra ninja."

Naruto iria socar com o punho (as cabeas) da dupla de estudantes que acabaram de lutar, por no acatarem a etiqueta.

?Voc fez isso antigamente tambm.

Quando ela disse isso em sua mente, ela riu um pouco.

Como de costume, no final da aula, Naruto fazia todos os alunos se alinharem em uma fila para agradecer um ao outro.

Quando Naruto levantou o rosto, ele notou Sakura. Ele ergueu a voz com um 'Ohh!'.

Pginas 110 e 111
 

"Sakura-chan!"

Sakura acenou levemente com a mo.

"Por favor, esperem um pouco, vocs."

Uma vez que Naruto deixou essa mensagem para as crianas, ele veio correndo at a Sakura.

"O que est rolando? Voc est descansando hoje?"

Quando Naruto perguntou, Sakura respondeu:

"Sim. Bem, algo assim..."

Ela disse de forma ambgua.

"Voc est indo muito bem como sensei, no ?" Disse Sakura.

"Voc acha...?"

Naruto caiu na risada e esfregou a parte inferior de seu nariz com o dedo. E ento ele bateu palmas. 'Ah, est certo!'

"J que est aqui, Sakura-chan tambm deveria ensin-los sobre o treinamento com companheiros."

"Ehhh~? Tudo bem. Eu..."

"Vai ficar tudo bem, certo? Pelo menos um pouco. Ensine sobre suas habilidades incrveis como kunoichi com sua fora sobre-humana 'ttebayo!"

"Erm, toda vez que voc acrescenta 'fora sobre-humana'..."

"Ei~! Uma maravilhosa sensei convidada veio hoje at vocs~!"

Sem ouvir as objees de Sakura, Naruto falou em voz alta para as crianas. ' a kunoichi com fora sobre-humana, Haruno Sakura-sensei 'dattebayo!"

"Voc j disse isso duas vezes, eh...!"

Pouco depois Sakura retrucou as crianas, em seguida, recolheram suas vozes.

"Eu estou ansioso para isso, sensei de fora sobre-humana!"

"Ei, isso porque voc disse algo excessivo!"

Mesmo Sakura respirando rudemente pelo nariz para ele, Naruto no respondeu.

"Ei, apressem-se!" Ele retornou para as crianas.

?Tsc. Aquele cara...

Mas agora que ficou assim, Sakura no tinha escolha a no ser ensinar um pouquinho. Enquanto balanava a cabea, ela caminhou pelo ptio da escola.

Ela agora se juntou com as crianas para ensin-las sobre companheiros de treino. Inesperadamente, Sakura sabia que seu humor estava se renovando.

Em resumo, os nveis de habilidade dos estudantes foram diversos. Enquanto ela estava ensinando, ela tinha que mudar seus mtodos de acordo com os parceiros de treino. Surpreendentemente, havia crianas que rapidamente apreenderam. E havia tambm crianas que no iam bem, no importava quantas vezes lhe foram ditas. Isso dependia de cada criana.

Pginas 112 e 113
 

Enquanto ela estava demostrando exemplos de padres de movimentos para os companheiros de treino, Sakura estava pensando sobre as palavras a se usar para treinar os alunos. Seu ensinamento foi adaptado para cada aluno. Ao colocar ambos os aspectos de sua mente e do corpo no trabalho, ela percebeu uma coisa: os resduos que ela tinha acumulado dentro de seu corao e mente nesses ltimos dias, estavam sendo lavados.

Havia um sino que sinalizava o fim do dia escolar. At que soasse, Sakura tinha estado em um transe e estava completamente absorvida no treinamento. No final do treino, Naruto gritou para fazer os alunos se alinharem.

"Todo mundo, todos vocs fizeram o seu melhor. ?Bem, finalmente... Por hoje a palestrante convidada, Haruno Sakura-sensei, tem algumas palavras gentis para compartilhar... escute-as bem."

"Haa!?"

Desde que ela foi abruptamente (colocada naquele local) por Naruto, Sakura foi pega de surpresa.

"Es- espere um segundo. O que voc est fazendo?"

"No nada demais, qualquer coisa t bom. Como uma ex-aluna, diga uma palavra aos seus kouhai."

"Voc disse 'No nada demais, qualquer coisa t bom'... O tipo de coisa que, de repente, vem mente?"

"Sakura-sensei, por favor, diga alguma coisa rapidamente."

Um dos pupilos estava falando quando o em torno caiu na gargalhada. No importava a poca que fosse, havia sempre algum na classe que prontamente aumentaria o alvoroo dos outros; eles iriam se deixar levar facilmente.

?Droga, aquele Naruto...!"

Ao fixar um olhar de relance nele, Sakura estava frentica com as palavras que iria dizer.

"Umm, o que eu deveria fazer... Mesmo que no tenha antecipado uma situao como esta... Bem, vai ser realmente curto..."

Enquanto olhava diretamente nos olhos dos alunos, Sakura ento, falou a eles.

J que ela foi capaz de treinar com todos hoje, foi realmente divertido. Treinar entre companheiros seria a base para a formao de um shinobi de batalha, por isso eles deveriam praticar repetidamente sem neglicenciar seu treinamento.

E ento, ela concluiu desse jeito:

"?Entre todos vocs, talvez haja at mesmo uma criana que conhea sobre isso. Como ninja mdica, eu estabeleci a 'Clnica Infantil de Assistncia Mdica Mental'. para crianas que foram feridas, e por isso criaram problemas em suas mentes. um lugar onde podemos chegar mais perto dessas crianas para que possamos curar essas feridas juntos. A mente algo que realmente complicada, no ? Mesmo que seja natural no entender a mente de outra pessoa, s vezes voc pode no entender o que est acontecendo com a sua prpria mente. Embora seu corpo v se tornar mais forte, fazendo coisas como treinamento com companheiros, voc se pergunta sobre como sua mente se tornar mais forte, certo? A partir de agora, mesmo que o seu corpo seja forte, eu acho que quero que todos vocs se tornem ninjas fortes no corao tambm. A fim de fazer isso... Todo mundo vai cometer vrios erros, e experimentar muitos sentimentos embaraosos... E, ento, cedo ou tarde, isso vai acontecer... por favor, apaixone-se muito por algum. Quando isso acontecer, todos vocs iro certamente?"

Pginas 114 e 115
 

[Quebra de Pgina//Mudana de Cena]
 

Naruto disse "Ei" enquanto ele estendia uma lata de suco para Sakura. Quando ela o olhou de volta, Sakura disse "Obrigada". Quando a aula tinha terminado, os dois foram para um parque pblico perto da Academia.

Os dois estavam sentados lado a lado em um banco, bebendo suco.

"Obrigado, Sakura-chan, por me ajudar com a lio."

"Sem problema. Foi realmente divertido para mim. Foi uma mudana de ritmo boa."

"Ento estou feliz (que voc tenha se divertido)."

"Mas eu estava realmente surpresa. Naruto, voc tem as qualidades para ser um sensei, no ?"

"Hehehe... Quanto a mim 'tteba, porque eu era um estudante que no era muito bom na escola. Eu entendo os sentimentos daqueles que tambm no so bons 'dattebayo."

"Entendo..."

"Umm, como devo te dizer? Sakura-chan foi incrvel no que fez. Eu apenas ocasionalmente venho a Academia para ensinar, mas Sakura-chan tinha uma maneira ainda melhor de fazer as coisas enquanto treinava com as crianas, certo?"

"No pra tanto. Quanto a mim..."

Sakura balanou a cabea. Ela estava sendo elogiada abertamente, mas ela respondeu brevemente.

Depois de tomar um gole de suco e expirar um suspiro de alvio, ela continuou:

"Eu no fiz bem. Agora a pouco disse para as crianas se tornarem ninjas que tambm so fortes no corao. Eu disse algo assim, mas isso no o melhor que posso fazer. Como estou agora, algo..."

"O que aconteceu?"

Quando Naruto estava falando, ele atirou sua lata vazia de suco no caixote de lixo que estava a poucos metros de distncia. Sakura de repente julgou que seria uma boa deciso tentar dizer a Naruto sobre tudo. Ela ficou ansiosa.

"Sasuke-kun..."

"Sasukeh~?"

"Sasuke-kun tem sido visto em vrios lugares ao redor do mundo, mas?"

Ela se perguntava se estava mesmo tudo bem ter essa conversa com Naruto. Ela tambm hesitou por um momento. No entanto, Sakura finalmente falou. Mais cedo ou mais tarde, Naruto provavelmente ouviria isso. Se esse fosse o caso, ela queria dizer a ele sobre isso de sua prpria boca.

O Sasuke que eles tinham visto era definitivamente um impostor. Contudo, ela no sabia como poderia provar isso.

Naruto ouviu a histria sem interromp-la. Depois, ele falou:

"Hmmm... Ento isso. Algo assim aconteceu..."

Pginas 116 e 117
 

Ele disse isso em um tom leve, sem nem mesmo um pouco de seriedade. Sakura teve a impresso de que ele estava se esquivando um pouco das perguntas.

"Voc disse 'Ento isso'... Voc no est surpreso?"

"Pelo qu? Aquele Sasuke um impostor, certo?"

"Isso parece certo, mas..."

Sakura estava um pouco desapontada com a discreta reao de Naruto. Ela pensou que ele ficaria surpreso ou irritado... Que pelo menos mostrasse uma emoo um pouco mais intensificada.

"Eu estou dizendo que um impostor, no deveramos estar preocupados. At Sakura-chan no deveria preocupar-se muito com isso."

"Mas quem ele? E qual o objetivo deles? E, alm disso, como que eles produziram um impostor? Ns ainda no sabemos, certo?"

"Eu estou dizendo que vai ficar muito bem."

Enquanto falava, Naruto estava rindo.

"Haa." Sakura suspirou.

"De alguma forma, quando eu falo com voc, as coisas em que estou ansiosa, em seguida, se tornam ridculas. Mesmo quando se trata do Sasuke-kun, e como no recebemos qualquer resposta dele sobre a nossa mensagem..."

"Sim, isso! isso!"

Naruto de repente falou em voz alta.

"O que houve, assim to de repente?"

"Por conta de Sasuke no estar respondendo. por isso que eu tambm no estou preocupado 'dattebayo."

"Eu realmente no entendo voc."

"Isso porque~"

'Eu me pergunto como deveria dizer isso?' Quando Naruto coou sua cabea, ele continuou:

"Mesmo que seja um impostor que est vagando por a como ele, Sasuke no vai voltar para a vila. Porque ele est pensado consigo que isso no grande coisa."

"Sasuke-kun..."

Sakura murmurou. Ento, ele no acha que grande coisa...

"Se eu fosse ele, diria algo assim: [...No me chame de volta para a vila por tal coisa insignificante. Faa algo sobre isso vocs mesmos.]"

Naruto disse isso enquanto forava uma imitao de Sasuke.

Sakura comeou involuntariamente a rir. E parecia como se uma nvoa estivesse dissipando. E foi apenas Naruto falar sobre ele.

'Eu me pergunto sobre o que eu estava preocupada.' Ela pensou. Ela deixou todos seus pensamentos para trs. Ela se endireitou quando ela compreendeu isso.

Pgina 118
 

"Entendo. Isso parece o certo."

Ento, isso significava que Sasuke no iria retornar a vila. Isso significava que o prprio Sasuke no levou os recentes incidentes a srio?Parecia simples para Naruto e sua clara viso das coisas. Mas, quanto a Sakura, eram as palavras dele que a tinham salvado mais do que todo o resto, por agora.

Ela parecia estar naturalmente expressando um sorriso.

" melhor quando Sakura-chan est sorrindo 'dattebayo."

Quando falou, Naruto sorriu mostrando seus dentes.

Sakura respirou fundo. Uma vez que sentiu uma atmosfera ainda mais refrescante, parecia que seu humor estava mudando.

"Obrigada, Naruto."

Quando Sakura falou, ela se levantou do banco.

"Falar com voc me animou."

Naruto riu levemente com um com 'nishishi'.

"Mas sobre o Sasuke 'tteba... Ele um cara realmente problemtico, no ?... Porque ele s faz Sakura-chan ficar inquieta sobre ele."

Era estranho Naruto agir to condescendente. Sakura caiu na gargalhada novamente.



PortalNaruto.net / PortalNaruto.Org / PortalBoruto.Com 2009/2016 - Todos os direitos reservados
Download Naruto Shippuden 485 / Baixar Manga Boruto Naruto Next Generations 08 / Todos os direitos reservados