Camisas Geeks

Voc est gostando do
novo mang Boruto ?



Gostei Muito !
Precisa Melhorar
Muito Fraco
Fique Atento! Naruto Shippuuden Episdio 484 "Sasuke Shinden Raiko-hen: Homem Explosivo" ser lanado dia 01/12/2016 !
Server AL - Servidores Premium
Shikamaru Hiden - Captulo 02 - P3
Postado Por: Gaara
Data: 2015-07-04 20:41:12

A novela "Naruto - Shikamaru Hiden: Yami no Shijima ni Ukabu Kumo" lanada em 04 de maro, traz um aventura indita com Nara Shikamaru, dois anos aps a Quarta Guerra Mundial Shinobi. A novela escrita por Takashi Yano, e possui 224 pginas.



Para ver outras partes do livro acesse aqui.


------------------------------------------------------------------------------

Captulo 2 - O Pas do Silncio (Parte Trs)
 

Tantas pessoas se reuniram na praa em frente ao castelo que Shikamaru no teria ficado surpreso se toda a populao da cidade estivesse ali.

No apenas os 'iluminados' com seus longos mantos negros. Homens e mulheres, meninos e meninas, pessoas de todas as idades e classes estavam reunidos em uma grande multido confusa, espera de seu lder aparecer.

Todos eles demonstravam o mesmo entusiasmo, expresses febris em seus rostos, seus olhos ferozmente ardentes com a devoo. Suas vozes misturadas entre si, murmurando em louvor e exaltao, enquanto esperavam. Para Shikamaru estava alto e irritante.

Preso no meio da multido enlouquecida, e ainda por cima, em um manto, Shikamaru podia sentir sua pele ficar escorregadia pelo suor.

Rou estava ao seu lado. Soku estava espreita em um telhado de um edifcio de concreto em frente ao castelo.

O jutsu de Rou mascarou o chakra de Shikamaru para que parecesse com o chakra do dono original do manto. Seja qualidade ou quantidade, tudo era uma cpia exata do 'iluminado'. Naturalmente, Rou havia feito o mesmo com seu prprio chakra e o 'iluminado' dono de seu manto.

Naturalmente, eles tinham disfarado seus rostos tambm. Essa era outra habilidade de Rou posta a prova novamente. No importam quo bem eles escondessem seu chakra, se as fileiras de inimigos tivessem algum com olhos de lince e uma boa memria para rostos, eles seriam descobertos em um instante. As habilidades de Rou tinham assegurado que eles estavam escondidos mais do que suficiente, tanto em nvel de chakra quanto visvel. Mesmo que seus rostos fossem examinados, seria quase impossvel dizer a diferena entre eles e os 'iluminados' originais.

Fora isso, Shikamaru e Rou estavam escondidos no meio de uma grande multido.

Tudo foi planejado de modo que o inimigo no tivesse maneira nenhuma de detect-los.

"Por enquanto, vamos para aquele lugar." Murmurou Rou em voz baixa. Ele mal moveu sua boca ao falar, seus olhos movendo paralelo com a plataforma colocada na frente da multido. Elevada um pouco acima do cho, sua escada de madeira ao lado. No havia nada sobre a plataforma, nem um nico microfone ou guarda-costas. A multido estava perto o suficiente para tocar a madeira.

"Ei, me pergunto se Gengo aparecer?" Murmurou Rou em dvida.

Ele tinha razo por sentir-se inseguro. O lder de um pas fica completamente indefeso numa plataforma, muito perigoso. Se Gengo aparecer, de se deduzir que ele no tenha a menor suspeita de que algum atente contra sua vida.

"Por enquanto, vamos chegar mais perto e esperar. Se Gengo no aparecer, vamos recuar silenciosamente."

"Entendido."

Eles s tinham que chegar h uma distncia que o Kagemane de Shikamaru pudesse alcanar o homem na plataforma. Dessa forma, Shikamaru poderia parar o movimento de Gengo, as Agulhas de Chakra de Soku fariam o resto.

"Se ele aparecer por um moment-"

O murmurio de Rou foi cortado por um sbito rugido de alegria da multido mais prxima da plataforma. Os gritos eufricos aumentaram e se espalharam como uma onda para todos os lados da praa. Shikamaru tentava empurrar liberando seu caminho a frente, todas as pessoas ao seu redor estavam gritando to alto que sentiu que seus tmpanos estourariam.

Um nico homem tinha aparecido na plataforma.

Ele usava um manto preto similar ao design que os 'iluminados' usavam, mas o seu era coberto de inmeros enfeites coloridos, e grandes fivelas de prata. Acima, as mangs eram cobertas por cobras de prata que escorregavam para o antebrao.

Seu cabelo era de um azul ndigo escuro. Ele tinha uma mandbula forte, um corpo masculino, e suas feies eram claras e bem definidas. Ele calmamente olhou para a multido animada com olhos lmpidos e inteligentes. Havia ligeiros vestgios de barba em torno de sua mandbula. Ela tinha cerca de 30 anos de idade.

"Esse homem provavelmente Gengo, no acha?" Murmurou Rou , e parou de andar por apenas um momento.

Shikamaruu continuou andando, sem dar uma resposta. Ele sentiu uma forte convico que o homem na frente de seus olhos era definitivamente Gengo.

Lentamente, o homem levantou o brao direito para o cu. Instantaneamente, todos os aplausos selvagens ficaram em silncio. Gengo fechou os olhos como se ele sentisse satisfeito com est reao, um pequeno sorriso apareceu em sua boca. Ele respirou profundamente, em seguida, abriu os olhos e comeou a falar.

"Primeiro de tudo, eu gostaria de expressar os meus agradecimentos a todos vocs que se reuniram aqui."

Sua voz era profunda e pesada, calma de se ouvir. Ele tinha uma qualidade misteriosa que faz com que voc sinta o que ele diz no s com os ouvidos, mas todo seu corpo. Shikamaru sentiu uma sensao incmoda, uma coceira dentro de seu peito, como se a voz do homem estivesse apertando contra seu corao.

Rou olhou para Shikamaru e silenciosamente eles aproximaram-se da plataforma. Ficou claro que ele tambm sentia o mesmo, uma sensao desconfortvel. Os passos dos dois shinobi entraram em sincronia, mantendo seus movimentos lentos, sutis e silenciosos.

Gengo fez uma pequena reverncia multido transmitindo sua gratido, e em seguida comeou a falar novamente.

"Faz dez anos desde que cheguei a este palanque. Agregamos muitos que compartilham nosso modo de pensar, e nosso pas comeou a prosperar. No entanto, nem um nico desejo nosso foi concretizado."

Todos estavam ouvindo em silncio absoluto. Quando as palavras cessaram, uma estranha atmosfera mudou o silncio da multido, como se cada centmetro da praa estivesse sob controle daquele homem.

"Eu tenho uma pergunta para os cidados do Pas do Silncio."

A voz de Gengo que tinha sido to calma, agora era composta por uma fria tempestuosa. Suas palavras expelidas pareciam vir de sua prpria alma.

"Este pas foi governado por um Daimyo, e agora este pas... Qu mundo vocs acham o melhor? Por quem esse mundo deve ser governado?"

"GENGO-SAMA!"

Os cidados gritaram a resposta, suas vozes rugindo em frente praa como um maremoto.

"Definitivamente, no h erro, esse homem Gengo." Murmurou Rou.

Shikamaru silenciosamente acenou para ele, afastando-se para o lado da plataforma. Eles estavam quase l, poucos metros de distncia que permitiriam que sua Kagemane atingisse e conectasse ao alvo.

Toda a misso seria decidida em um instante...

Gengo levantou a mo direita, e a multido aquietou novamente.

"Eu recebo sua resposta. Os dias que foram governados pelo Daimyo vamos apenas poder, a nossa sabedoria shinobi foi muito importante naqueles longos e distantes dias sombrios! Cidados, agora vocs podem encontrar a paz de espirito. Ns 'iluminados' sempre os protegeremos, com nossa fora e nossa vida. Tudo que vocs precisam se preocupar viver suas vidas confortavelmente. Porque isso tudo que ns 'iluminados' desejamos.

Todos ao redor pareciam embriagados com as palavras ditas. Ele eram estranhamente dominados pela emoo. Alguns comearam a chorar.

Honestamente, Shikamaru no pensou que Gengo tinha dito algo to importante assim. No importa como pensava, em sua cabea, nem sequer parecia um bom discurso. No entanto, ele reconheceu que a voz de Gengo tinha um poder misterioso. O homem possua um poder que te obrigava a ouvir sua voz, no importasse o que ele dissesse (NT: Voz de Saruman).

"Nosso Pas do Silncio est na periferia do continente. Nossa histria sobre forasteiros, oprimidos e desprezados. Nossos antepassados cortaram o contado com o exterior rompendo nosso intercmbio com os outros. Foi para nos proteger. Enquanto ns ficamos fora do contato com o exterior, ficamos fracos. Mas agora, isso acabou."

A voz de Gengo aumentou, indignado.

"Os que governam este mundo no devem ser os Daimyo, mas quem carrega o poder do shinobi! Essa a verdadeira justia. Por causa dos conflitos dos shinobi os cidados so protegidos. A existncia de shinobi que exercem poderes alm de humanos normais sempre fora encontrada em todo o mundo. E no entanto, somos governados por Daimyos, que vivem egoisticamente, s para si, enquanto que shinobi e cidados vivem abaixo de seus ps! Olhem para este pas. Se foram 10 anos desde de que exterminamos o Daimyo. Olhem para a prosperidade que este pas obteve!" O peito de Gengo expandia de orgulho.

"Quase l." Murmurou Shikamaru.

Apenas alguns passos a mais, e Gengo estaria dentro do alcance de seu Kagemane.

"Vou exterminar os Daimyo deste mundo, e criar um novo mundo para ns. Por que os shinobi no so reconhecidos e distinguidos? Ns mantemos um poder maior do que qualquer Daymio. Ns manteremos um poder maior do que qualquer ser humano! Por que ns que transcendemos os demais somos constantemente injustiados? Nossos mritos so menores do que os demais povos? porque os Daimyo temem a era dos shinobi, por isso nos descriminam, ns isolam, nos mantem sob sua influncia! Cidados e shinobi, da mesma forma, todos ns somos vtimas do egosmo dos Daimyo!"

Eles aproximavam-se de Gengo. Desta distncia, parecia que fascas azuis estavam saindo dos olhos ferozes do homem.

"Revoluo..."

S mais um pouco at que eles estivessem na posio. S mais um pouco.

O homem que estava na frente de seu olhos era definitivamente Gengo, ainda assim eles tinham sido capazes de se aproximar dele to facilmente que Shikamaru sentia-se desapontado.

Ele pensou na possibilidade de ser uma armadilha.

Mas no havia nenhuma maneira do inimigo ter notado eles, alm disso, eles no podiam deixar essa oportunidade passar.

"A Akatsuki tinha a inteno de mudar este mundo. Mas eles foram destrudos. Eles foram destrudos pelo mundo shinobi que permanece inalterado com o tempo, hoje no melhor do que ontem, com shinobi sendo anulados e discriminados. Mas o nome da Akatsuki sobreviveu... eles eram o amanhecer. Eles eram o sinal de um amanhecer deslumbrante que est por vir. Ouam, vocs so as pessoas que detm o sol da manh que subir das trevas do silncio."

Gengo lentamente levantou os dois braos, como se estivesse acolhendo um deus do cu.

"Os primeiros raios de sol do amanhecer desta nova era, eles brilharo a partir do nosso Pas do Silncio!"

Os cidados aplaudiram, os rudos de seus gritos cobrindo tudo.

Esta era sua chance.

Shikamaru liberou sua sombra. Uma mecha arrastou-se suavemente atravs da multido como uma serpente negra, subindo pela plataforma at os ps de Gengo.

Assim que a serpente agarrasse Gengo, seus movimentos seriam interrompidos, a Agulha de Chakra de Soku daria um fim na situao.

Teria sido bom se tudo tivesse sado como planejado.

Apenas o Kagemane...

No foi possvel prender Gengo.

"QU!"

Ele estava no alcance. Estava na mira! Por que sua sombra no pode prend-

"O rato rasteja por l." O olhar de Gengo lentamente se virou para olhar Shikamaru nos olhos.

"Ele est nos sentindo, Senhor-!" Gritou Rou.

Vrias sombras saltaram de trs de Gengo, voando em direo de Rou, restringindo-o.

Shikamaru tentou freneticamente alcanar Gengo com sua sombra mais uma vez.

" intil." Disse Gengo insensivelmente.

A sombra de Shikamaru, to familiar para ele como seus ps e mos, de repente, se transformou em uma pipa com vrias cordas. Sua mecha errou o alvo por completo, girando e girando em crculos, rastejando inutilmente pelo cho.

Ento ser assim...

Shikamaru saltou para a plataforma, deslizando sua kunai para fora do manto. Se o plano tivesse dado errado, ento ele iria lutar e resolver sozinho.

Gengo no se mexeu frente a investida de Shikamaru. Havia um leve sorriso no rosto.

Shikamaru correu na direo dele, balanando a kunai na direo da garganta do homem com muita preciso.

Algum, do lado da plataforma, aproximou-se e chutou Shikamaru no estmago. Ele rolou para o lado da construo de madeira, e rapidamente ficou de joelhos, sua kunai posicionada.

Olhou fixadamente.

"Voc- o que voc...?"

Um nico homem ficou entre Gengo e Shikamaru. Ele tinha uma compleio cinza plida. Olhos vagos, com emoes profundas e ilegveis. Uma boca reta.

"O que voc est fazendo...?"

No havia erro sobre quem era.

Shikamaru chamou o homem pelo seu nome.

"...Sai."



PortalNaruto.net / PortalNaruto.Org / PortalBoruto.Com 2009/2016 - Todos os direitos reservados
Naruto Shippuden 484 Download / Baixar Manga Boruto Naruto Next Generations 08 / Todos os direitos reservados