Você está gostando do
novo mangá Boruto ?


Gostei Muito !
Precisa Melhorar
Muito Fraco
Atenção ! Boruto Episódio 17 - Corra, Sarada!! será lançado dia 26/07/2017 aqui entre 06:30 e 07:30 da manhã !
pecasauto24.pt
Shikamaru Hiden - Capítulo 03 - P1
Postado Por: Gaara
Data: 2015-08-24 00:02:19

A novela "Naruto - Shikamaru Hiden: Yami no Shijima ni Ukabu Kumo" lançada em 04 de março, traz um aventura inédita com Nara Shikamaru, dois anos após a Quarta Guerra Mundial Shinobi. A novela é escrita por Takashi Yano, e possui 224 páginas.



Para ver outras partes do livro acesse aqui.


------------------------------------------------------------------------------

Capítulo 3 - Shikamaru (Parte Um)  


A feroz batalha estava acontecendo ao redor de Shikamaru. Em meio ao som das lâminas colidindo e rugido de gritos de guerra, ele nivelou o olhar com o de Gengo.

"Então você está me dizendo que não se preocupa com a opressão shinobi?!" Gritou Gengo, um veia pulso em sua têmpora.

O solene, onisciente homem de meros momentos atrás estava longe de ser visto. Foi porque Shikamaru quebrou seu genjutsu? Não, isso não podia ser a razão. Gengo estava tão frenético, não havia um único átomo de calma em seu corpo.

"O que fez você perder sua presença de espírito?" Perguntou Shikamaru.

"Q-Quê?"

"Bem, você está tão desesperado que é patético."

"Quem é..." Gengo desvaneceu em um murmurio frenético. Sua voz saiu como um gemido de dor, rangendo os dentes. "Escute, nós shinobi carregamos poderes sobre-humanos, é o destino sermos temidos por pessoas normais. O medo se transforma em descriminação, que dá luz a opressão. Nesse ritmo, todos os shinobi terão lentamente mais e mais sofrimento."

"Você sabe, eu..." Shikamaru inclinou a cabeça para esquerda, dobrando seu pescoço. Ele manteve os olhos em Gengo. "Eu acho que seria bom se o conceito 'shinobi' deixasse de existir."

"Q- o que você está dizendo?!"

"O que é essa reação? Não tinha você desistido de ser um shinobi?"

"..." Mais uma vez, Gengo começou a murmurar para si mesmo de forma indecifrável. Ele parecia tão ridículo que Shikamaru abriu um sorriso no canto da boca.

"Shinobi finalmente reunidos como uma aliança." Shikamaru continuou. "Enquanto a união continuar assim, logo em seguida, toda a luta irá cessar também."

"N-não fale como se fosse tão simples..."

"Você nunca sabe até que você tente."

A mão de Gengo moveu por trás das costas, como se ele estivesse segurando algo...

Uma kunai.

Shikamaru estava relaxado até o momento, mas agora ele ficou tenso. Ele tinha perdido todas as suas armas quando confinado na prisão de Gengo. Ele não tinha nada para se defender com-

"Shikamaru!" Temari gritou.

Ele se virou na direção da voz. Ele viu alguma coisa voando pelo ar em sua direção. Assim que chegou ao alcance de seu braço, Shikamaru estendeu a mão e a pegou com a mão direita.

Kunai...

Ele ouviu o som de Temari rindo, feliz por ele ter pego.

Isso aconteceu no tempo que levou para piscar.

Quando Shikamaru virou para pegar a kunai para enfrentar seu oponente, Gengo já estava pulando em sua direção.

Shikamaru pulou também.

As duas kunai chocaram-se em pleno ar, faíscas voando pelo impacto. Ambos os pulsos em riste tentando superar o outro.

"Não é porque há lutas no mundo que pessoas como nós se tornam shinobi?" Comentou Shikamaru.

"Seu jovem insolente..." A voz de Gengo tornou-se violenta.

No mesmo instante, ambos os oponentes pularam para trás, mantendo uma distância entre eles.

Eles chegaram a uma distância semelhante quando eles começaram, mantendo a kunai firme e seus corpos em uma posição de prontidão, com olhar cansado de um para outro.

Os pés de Shikamaru empurraram o chão, ele se moveu avançando contra seu adversário novamente.

Ele balançou sua kunai com uma sanguinária intenção em direção a cabeça de Gengo.

Mas, a intenção dele era a mesma. A kunai de Gengo estava voando em direção ao seu rosto também.

Shikamaru sacudiu a cabeça saindo do caminho dela, mas ele ainda sentiu a kunai corta uma linha reta em seu rosto, viu o sangue jorrando para fora em uma explosão carmesim.

Seu olhos registraram um sangrento corte na bochecha de Gengo também.

O braço esquerdo de Shikamaru ergueu-se, agarrando o pulso direito de Gengo, onde ele carregava sua kunai, numa espécie de luta de braço. Teria sido uma situação melhor se Gengo não tivesse feito o mesmo. Os dois estavam empacados, ambos usando sua mão desarmada para agarrar o pulso da outra mão armada.

"O primeiro passo para acabar com as lutas... é a união shinobi." Shikamaru exprimiu. "Shinobi tem que se unir em primeiro lugar. Então, nosso círculo de obrigações irá expandir para envolver os Daimiôs e os cidadãos também. Contando que o nosso mundo una-se, as pessoas não terão que se tornar shinobi mais. Mesmo que não seja na minha vida, então na vida do meu filho, ou na vida do meu neto... um dia os shinobi deixaram de existir."

"Neste mundo não é fácil que ideais sejam postos em prática." Disse Gengo.

"Não são os seus planos ideais também?"

Os cantos da boca de Gengo ergueram-se em uma estranha curva mecânica. A expressão em seu rosto era maligna demais para ser chamado de sorriso.

"Eu estou dizendo a você de antemão." Disse Shikamaru. "Você não será capaz de me colocar em um genjutsu."

"Bem, ouça de qualquer forma, Shikamaru." Disse Gengo. "As coisas chamadas 'ideais' só tem valor se há possibilidade de realizá-las for alta. O ideal que você está falando é tão impossível quanto capturar as nuvens. A diferença entre o seu e o meu ideal é como a distância entre o céu e a terra."

"Estúpido, não é?" Shikamaru observou.

"Os verdadeiros estúpidos são aqueles que não reconhecem sua própria estupidez."

"Sim, é por isso que estou te chamando de estúpido."

Um estranho sorriso reprimido surgiu nos cantos da boca de Gengo.

De repente, Gengo moveu seu braço esquerdo, torcendo o pulso direito de Shikamaru na região da articulação. Seu pulso doía em uma dor triturante.

Shikamaru teve seu pulso bloqueado, e seu aperto na mão armada de Gengo foi enfraquecido. Gengo inclinou sua kunai no pescoço de Shikamaru, chegando cada vez mais perto.

Ele não teve tempo suficiente para evitá-lo.

Shikamaru girou o corpo na mesma direção que Gengo estava torcendo seu pulso, e com os pés chutou o chão. O braço direto armado de Gengo foi torcido anti-horário com seu salto, e ele conseguiu se livrar da kunai. No meio do ar, Shikamaru puxou sua perna para dar um perverso pontapé no cocuruto da cabeça de Gengo.

A mão de Gengo soltou o pulso de Shikamaru para que ele pudesse cobrir a cabeça com os braços. Shikamaru desferiu outro feroz chute em seu braço, desta vez, se ouviu um estalo do osso afundando.

E ele não terminou.

Shikamaru pousou no chão e aproveitou sua vantagem, balançando a outra perna e chutando Gengo diretamente no lado.

Gengo cambaleou um passo para trás.

Shikamaru não parou. Ele moveu a perna esquerda em um suave chute, varrendo os pés de Gengo. Sasuke Uchiha Shishi Rendan, e Naruto Uzumaki Naruto Rendan. O ataque de Shikamaru imitou aqueles movimentos.

Ele pensou que fez um bom trabalho, ele disse isso a si mesmo.

Gengo havia caído no chão.

Shikamaru estava sobre ele em segundos, prendendo-o no chão enquanto segurava uma kunai contra sua garganta. Se Gengo movesse um pouco sequer, Shikamaru pretendia matá-lo sem hesitação.

"Po-por que minhas palavras não afetam sua mente?" Gengo engasgou.

"Ei, agora, você sabe que um Genjutsu só funciona se houver um ponto fraco no coração de alguém."

"Desde que a mulher apareceu," Balbuciou Gengo, "Sua súbita mudança de comportamento mostra que seu coração está cheio de pontos fracos, não é?!"

"Você é realmente um idiota, hein..." Shikamaru suspirou, antes de sorrir. "Meu coração está cheio de pontos fracos. Não... não nada mais do que pontos fracos. É exatamente porque tenho todos esses pontos fracos, que você não encontra um para você se esgueirar através dele. Uma pessoa de mente fechada como você provavelmente não vai entender o que quero dizer."

"T-tal coisa... não pode ser..."

"Você vai ter que aceitá-la, com a atual situação. Suas palavras não me afetam mais."

Suor frio irrompe da testa de Gengo.

"Honestamente, eu não quero fazer esse tipo de coisa." Disse Shikamaru, falando mais para si mesmo do que para Gengo. "Eu teria gostado de viver uma vida normal. Mas..."

Sempre houve sentimentos de desapontamento sobre a vida ardendo em algum canto no coração de Shikamaru...

Mas neste momento, eles desapareceram.

Ele tinha feito sua decisão.

"Acontece que eu não sou alguém que pode viver esse tipo de vida."

"As pessoas precisam de mim, então, eu não tenho escolha, senão fazer essas coisas."

Shikamaru estava em seu atual estado, por que ao longo dos anos, esse sentimento de não ter decisões estava crescendo mais e mais. As coisas começaram a dar errado dentro do seu coração. Ele segurou a atitude de culpar os outros pelo forma que ele estava vivendo sua vida, tornam-se indiferente e insatisfeito com tudo.

Ele cometeu um grave erro.

Pois, o único que começou a se afastar de seu sonho... era ninguém menos que o próprio Shikamaru.

Esse seu sonho, de viver uma vida normal, não estava mais sendo realizado.

Mas ele estava bem com isso.

Afinal, ele tinha encontrado um novo sonho...

"Eu vou passar minha vida construindo um mundo para que as pessoas possam viver suas vidas. Assim, as pessoas que só querem viver confortavelmente poderão fazê-la com a maior amplitude possível." Disse Shikamaru. "Eu vou parar as guerras, e vou unir os países. Vou fazer um lugar no mundo para as pessoas comuns que não têm outro sonho se não viver uma vida simples e normal."

Um cara normal iria proteger a felicidade que as pessoas encontram durante sua vida normal.

Foi um sonho conveniente, e Shikamaru estava satisfeito com ele.

Em prol de realizar seu sonho, ele faria Naruto Hokage, e se tornaria professor de Mirai, e se o resultado de trabalhar em seu sonho o tornaria um bom shinobi que não iria envergonhar seu pai ou Asuma, ele ficaria ficar feliz com isso.

Até agora, Shikamaru teve suas prioridades invertidas. Ele se sentiu pressionado pelo mundo exterior, a definir limites para si mesmo, vivendo sua vida com o constante pensamento de não se tornar um embaraço. Foi por isso que ele tinha trabalho tão duro, desgastando-se muito.

Mas o mundo não iria dizer qual deveria ser o seu sonho. Seu próprio sonho supostamente o alcançaria e se conectaria com o mundo.

"Eu finalmente me livrei das minhas dúvidas." Disse Shikamaru.

"E daí se você fez?" Perguntou uma suave voz atrás dele.

Intenção de matar.

Shikamaru soltou Gengo, e por pouco escapou da garra do tigre que mirava sua cabeça.

Um tigre de tinta...

"Eu não vou deixar você matar Gengo-sama por um sonho tão preguiçoso." Disse Sai, em pé na frente de Shikamaru com o pincel e pergaminho na mão.

"Sai..."

"Gengo-sama! Rápido, imponha sua vontade sobre os tolos shinobi de Sunakagure!"

"Muito bem." Gengo acenou a cabeça, rapidamente subiu as escadas e o trono acima. Ele ergueu as duas mãos. "Ouçam, todos!"

Ele estava preparando mais um dos seus discursos carregados de chakra.

"Como se eu fosse deixar!" Shikamaru correu para as escadas, mas Sai pulou em seu caminho.

"Eu não vou permitir que você interfira com a causa de Gengo-sama!" O pincel de Sai moveu-se sobre o pergaminho com velocidade relâmpago, e outro tigre de tinta materializou-se. "Vá!"

O novo tigre, bem como o que tinha tentado acertar a cabeça de Shikamaru um tempo atrás, ambos se lançaram ao ataque contra ele.

Gengo estava falando em voz alta na plataforma. Se Shikamaru não impedisse, ele mergulharia todos os shinobi de Sunagakure em um genjutsu e os congelaria ali.

De repente, Shikamaru teve uma ideia.

"Ouça, Temari!" Embora ele não tivesse certeza de sua localização exata no campo de batalha, ele gritou para ela de qualquer maneira. "Aquele cara mergulha as pessoas em genjutsu com sua palavras! Abafe a voz dele com o seu vento!"

"Entendido!" A feroz resposta de Temari soou surpreendentemente nas proximidades.

No momento seguinte, o forte vendaval floresceu, violentas correntes de vento voaram livremente pelo salão. As palavras de Gengo foram engolidas completamente pelo vento violento de Temari.

Ao se esquivar dos ataques de tigres de tinta de Sai, Shikamaru olhou para o trono no topo das escadas. Gengo percebeu que suas palavras não teriam efeito algum se ele não fosse ouvido, e agora estava tentando escapar.

"Merda..." Shikamaru tentou subir as escadas, mas o tigre de tinta de Sai pulou em seu caminho.

"Eu realmente não posso deixar você passar."

"Sai, já chega! Acorda!"

"Os que devem despertar é você e os outros."

Não adiantava. Sai estava completamente preso nas garras do genjutsu de Gengo.

De repente, um dos fortes vendavais que havia causado caos ao redor do salão atrás de Shikamaru, tinha desmaterializados os tigres de tinta de Sai, em brumas de tinta preta.

Temari tinha saltado entre Shikamaru e Sai.

"Deixe isso comigo, e siga aquele maldito!" Ela ordenou.

"Temari..."

"Você pode me agradecer mais tarde, apresse-se e vá!"

"Entendi." Disse Shikamaru, e começou a correr pelas escadas.

"Pare aí, Shikamaru!" Gritou Sai.

"Ah não, você não vai." Disse Temari, e abriu seu leque de guerra. "O seu adversário sou eu."

Os olhos de Shikamaru permaneceram com eles por apenas um momento, então virou-se para subir as escadas.



PortalNaruto.net / PortalNaruto.Org / PortalBoruto.Com / Narutonline.tk / Naruto-Shippuden-Boruto.tk / 2009/2017 - Todos os direitos reservados
Boruto todos os Episodios Legendados em Portugues para assistir online! Assistir o anime Naruto Shippuden online com episodios em HD